Coronavírus: atendimentos a sintomáticos nas UBSs ajudam a filtrar melhor os casos

A união de todos os núcleos de saúde de Barueri após a pandemia causada pelo novo coronavírus em todo o mundo tem sido fundamental para garantir o bom funcionamento dos serviços de saúde públicos dedicado às vítimas da doença, que aumentam a cada dia.


Prova disso é o reforço que significou a reconfiguração das Unidades Básicas de Saúde (UBSs) do município, que desde o aumento de casos na cidade passou a atender prioritariamente pacientes com sintomas de Covid-19.


Estando mais perto da população e, com isso, evitando longos deslocamentos, o que contém a transmissão da doença, as UBSs têm colaborado na filtragem dos sintomáticos, deixando para os prontos-socorros apenas os casos mais urgentes e para o Hospital Municipal de Barueri (HMB) os casos mais graves, que necessitam de internação e UTI.


Números

Para se ter uma ideia, de 17 de março, quando teve início a reconfiguração das Unidades Básicas, até 14 de abril, as 19 UBSs da cidade realizaram o atendimento de 1.013 pacientes com sintomas do novo coronavírus.


Desses, 523 foram encaminhados ao isolamento domiciliar com suspeita de Covid-19; 444 foram diagnosticados com sintomas respiratórios não relacionados ao coronavírus; 39, com sintomas mais graves, foram encaminhados para coleta de exame; e 5 foram encaminhados ao pronto-socorro.


“A gente tem um atendimento que ainda não está muito grande para sintomáticos respiratórios, mas  que tira um pouco daqueles que vão direto para o pronto-socorro. Eles ficam um pouco na unidade e quando precisa fazem um isolamento domiciliar ou são transferidos ao pronto-socorro, que são aqueles casos mais moderados a graves, que precisam de uma estrutura um pouco melhor, as vezes precisando até de uma internação, que são os casos que vão para o HMB”, detalha o médico e coordenador da Cabs (Coordenadoria de Atenção Básica à Saúde) de Barueri, Claudinei Alves Rodrigues.


Recomendações aos sintomáticos

Atualmente Barueri conta com 19 UBSs, todas dedicadas ao atendimento de pessoas com sintomas do novo coronavírus. A recomendação é que pessoas com sintomas gripais leves não saiam de casa, evitem ao máximo a exposição ao vírus e tratem a gripe normalmente. Quem apresentar sintomas mais graves, como falta de ar, tosse e febre, deve buscar atendimento na UBS mais próxima à sua casa.


O uso de máscaras é altamente recomendado a quem tem sintomas gripais e o isolamento social também. Quanto menos pessoas circulando pelas ruas, menor é o risco de um contágio em massa, que pode levar a um colapso do sistema de saúde.


No boletim epidemiológico da última segunda-feira (dia 21), Barueri registrou 1.031 casos em investigação, 420 casos confirmados da doença, 18 óbitos confirmados e 27 óbitos em investigação.



© 2020  Prefeitura de Barueri. Todos os direitos reservados.